domingo, 23 de março de 2014

O 4 a 3 mais importante do mundo

Enquanto o mundo se preparava para ver Real Madrid e Barcelona, Messi, Cristiano Ronaldo, Xavi Alonso, Casilas, Neymar etc. Eu seguia em direção ao Canindé para ver Portuguesa e Rio Claro.

O metrô de São Paulo não é muito diferente daquele de Madri, muda só a quantidade de linhas, lá tem muito mais que aqui. A Estação do Santiago Bernabéu fica na boca do Estádio.  Já aqui, a estação Portuguesa Tietê, fica uns dois quilômetros de distância do Canindé e o trajeto não é dos mais agradáveis.

Cheguei ao Canindé. O jogo era a despedida da Lusa, mas o Rio Claro ainda disputava uma vaga na próxima fase do Campeonato Paulista.

Aproximadamente 740 torcedores, sentados na arquibancada de cimento, tomaram garoa e passaram frio no Canindé para ver a última rodada do Paulistão (ou Paulistinha). E milhões de pessoas no mundo, sentadas no sofá, assistiam a um catadão do mundo entre Real Madrid e Barcelona.

O Rio Claro abriu o placar e minutos depois a Lusa reagiu com o gol do garoto Gabriel Xavier (que joga melhor que o Messi), em seguida, a Lusa virou a partida com Rondinelly (que bateu a falta melhor que o Cristiano Ronaldo).

Ainda no primeiro tempo, a Portuguesa abriu vantagem em cima do adversário e fez 3 a 1, com o gol do nosso Messi, Gabriel Xavier.  Lance duvidoso? Eu vi a bola entrando no gol. A bandeirinha deu o gol e comemoramos.

Já no segundo tempo, a Leandro, que joga melhor que qualquer atleta do Barça ou do Madrid, foi lá e marcou o quarto da equipe rubro-verde. O Rio Claro ainda se esforçou e marcou mais dois gols.

E o jogo mais importante do fim de semana terminou em 4 a 3. E assim a Lusa se despediu do Campeonato Paulista.

Vinte minutos depois, já no sofá de casa, eu consegui ver uma parte do segundo tempo do joguinho lá na Espanha. O placar, em Madri, terminou 4 a 3 para o Barcelona. Quem abriu o placar, quem fez os gols, se foi pênalti ou não, não me importo.

O 4 a 3 do futebol de verdade inspirou o 4 a 3 do futebol da TV. Entre o futebol dos R$ 20 ou dos € 200, fico com a arquibancada, com o vento na cara e a garoa molhando o meu cabelo. Fico com o meu 4 a 3, o 4 a 3 que só valia a despedida, mas que no meu mundo, é o resultado mais importante do fim de semana.

Um comentário:

Igor sausmikat disse...

Ê Igor, vai lá descansar ao invés de resolver ver futebol ainda mais depois da feijoada no domingo hein? hahahahaha
Acabei perdendo um 4 a 3 assim e sem contar que daria de cara com a Michelle como sempre, total fail meu! Ótima postagem como sempre!!!
Beijos
Igor(@igorsausmikat)
meu blog de esportes: http://igoresportes.blogspot.com.br/ e no twitter o blog é o @blogdoigor05