terça-feira, 19 de julho de 2011

"Em casa, não podemos perder pontos nem pro...", Jael

Essa frase marca a passagem do Jael pela Portuguesa.

Após a Lusa vencer o Guarani, por 3 a 2, no Canindé, Jael soltou essa frase para o repórter da Rádio EstadãoESPN e, assim que cheguei em casa, fiquei sabendo via Twitter.

No dia seguinte, tudo virou motivo de piada e eu publiquei diversas vezes a frase nas mídias sociais, principalmente no Twitter.

O que eu não esperava é que exatamente naquele dia minha mãe criaria uma conta no Twitter e não entenderia a piada.

Conclusão: Minha mãezinha querida me deu várias broncas e afirmava que uma garota de família não podia escrever palavrões por aí e muito menos repetir essa palavra feia. Na quinta-feira, ela, ainda inconformada com aquilo, me ligou no serviço e me deu outro sermão. Ela ficou três dias sem falar comigo, e eu tentando explicar que eu só estava repetindo a frase do jogador da Lusa.

Enfim, até hoje, ela me pergunta se eu ando escrevendo palavrões por aí e me falando o quanto isso é feio.

Jael, você me fez rir, conturbou a minha relação familiar e me deixou em uma situação embaraçosa com minha mãe. Porém, não posso esquecer o quanto eu comemorei o gol contra o Paulista de Jundiaí, no Campeonato Paulista.

No dia, aguardava o início do show do U2, no Morumbi. Meu celular estava sem sinal, não conseguia sintonizar uma rádio que transmitia o jogo, e a internet não funcionava. Malemá conseguia receber mensagens SMSs.

Quando o celular dava sinal de vida eu ligava para o meu pai perguntando do jogo. Mas nada me deixou mais feliz do que SMSs de amigos informando sobre o gol do Jael no último minuto da partida. Na hora pulei, gritei e não consegui me controlar de tanta felicidade. Jael era o cara. Jael era o jogador do momento. Jael era o salvador.

Não me importava mais com o Bono e cia, queria era agradecer o Jael pelo gol e os amigos pela notícia. Esse foi o gol mais importante do Jael pela Portuguesa, e passei a semana comemorando aquela vitória.

Além desses dois momento, nada mais me faz ter um apego ou raiva do Jael, espero que ele siga o seu caminho, só lamento por ele não pegar o Vitória na próxima rodada, estava na maior expectativa de vê-lo “brocando” o time baiano e trazendo para o Canindé mais três pontos.

Valeu, Jael pelo gol contra o Paulista! E sentirei falta das suas entrevistas após os jogos da Lusa...


Um comentário:

Igor sausmikat disse...

Michelle sua Mãe com todo o respeito tá de brincadeira hein!!agora ela vai dar uma de global que fica de olho no que o povo twitta para algo assim?CARAMBA!
Mas o Jael teve uma passagem mais ou menos na Lusa,não foi tudo isso!E a Lusa mesmo assim tem chances de subir,sem Jael ou com Jael as chances não mudam tanto!
Abraço
Igor
meu blog de esportes: http://igoresportes.blogspot.com/ e no twitter @blogdoigor05 pra quem quiser seguir o blog!