quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Vitória Lusa e o retorno para o G4


Terça-feira quente. A noite pedia cerveja para refrescar e um bom jogo para animar a torcida rubro-verde, que estava com saudades do Canindé.

(Momento poético da partida) A lua cheia iluminava o estádio e a luz refletia nas camisas lusitanas. O estádio refletia as cores rubro-verde e a torcida estava vibrante. (Fim do momento poético). Estávamos em 3.500 pessoas, os de sempre, talvez um pouco mais, mas nenhum surpresa de bilheteria. Depois do bom jogo contra o Guarani, estava confiante e acreditava em uma boa vitória. Esperava mais torcedores, também esperava uma promoção de verdade e uma goleada lusitana...

Mas logo nos primeiros quinze minutos um susto para a torcida lusa, gol do ABC. Aí começou o sofrimento. Passou um filme na minha cabeça, mais um ano na série B, mais um ano reclamando e sofrendo. Mas minutos depois a Lusa mostrou de quem é o mando do jogo e Heverton fez o gol do empate.

Mesmo com o empate a Lusa não melhorou em campo, pouco ataque, muitas bolas perdidas no meio de campo e até possibilidades de gols do time nordestino.

O que esperar de um trio de arbitragem carioca?

Cartões para a equipe rubro-verde e várias faltas da equipe adversária sem punições.

Lusa é sempre contra tudo e contra todos?

O time não pode contar com a sorte para vencer, tem que correr atrás mostrar raça, jogar futebol e fazer gols!

Esperava mudanças depois do intervalo, mas o time voltou para o campo igual.

A virada só aconteceu aos 15 minutos com o gol Bruno Rodrigo. E mais uma vez, esse jogo quase matou meia dúzia de torcedores com problemas cardíacos. Eu contava os segundos para o final da partida.

O que surpreendeu foi a entrada de Christian no lugar de Zé Carlos, um dos melhores em campo. Em diversos momentos Zé Carlos chamou a responsabilidade para ele e cobrou mais “raça” dos seus colegas. Não era o momento para o Christian, que ainda está fora de forma, e mostrou que não tem fôlego para mais do que 20 minutos em campo.

Mas no final conseguimos os três pontos, tomei mais uma cerveja, comemorei a vitória da Lusa e fui dormir no G4, pelo menos, por alguns dias durmo feliz com a Portuguesa.

A próxima decisão: dia 10 de novembro, contra o Juventude!

3 comentários:

Renato Pereira disse...

Estamos no G-4. Maravilha! De fato, foi um jogo daqueles, mas o que valeu foram os três pontos. Também não entendi a substituição do Zé Carlos, mas tá beleza! Pelo menos até sexta, estamos no céu!!!! Valeu!!

Carlos Alberto Romão disse...

Gostei do post,muito bem feito,conseguiu resumir bem o que foi o jogo de ontem.
O Zé Carlos tem jogado com muita raça,vibração,encaixou no esquema do Benazzi. Mas o Christian ainda não está 100%,ontem ficou nítido,mas é um jogador experiente que pode ajudar.
E gostei da torcida lusa,muitas mulheres e crianças...a tendência é Canindé cheio contra o Duque de Caxias e o Campinense.
Vamos subir Lusa !!!

Igor sausmikat disse...

Baita post o seu,aliás o blog muito legal sobre a Lusa,aliás a Lusa se ela fosse e ganhasse mais atenção do que tantos muitos prestados a times como o Corinthians,seria ótimo!
a Lusa precisa mais de respeito.
Sempre quando dá,eu sempre destaco os jogos da Lusa em meu blog.
parabéns pelo o meu blog e quem quiser ir ao meu blog de esportes que destaca sobre tudo,opaa a vontade: http://igoresportes.blogspot.com/
e já to te seguindo no twitter torcedora da Lusa!
beijos