quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Portuguesa bate Criciúma e dispara na liderança

Por Uol Esporte

Uma noite para Jorginho ser exaltado. Depois de um primeiro tempo sem gols no estádio do Canindé, nesta terça-feira, o técnico rubro-verde se deu bem nas alterações e viu dois jogadores que iniciaram o jogo no banco de reservas (Ananias e o estreante Boquita) marcarem os gols que garantiram a vitória de 2 a 0 da Portuguesa sobre o Criciúma, pela 15ª rodada da Série B.

Independente de não ter dado show, como fez em algumas partidas desta Série B, a Portuguesa deixou o campo totalmente satisfeita com o resultado. Com os três pontos, a equipe de Jorginho chega aos 33, abre sete de diferença para a vice-líder Ponte Preta e joga a responsabilidade para os campineiros, que ainda visitam o Americana.

O Criciúma, por sua vez, perde a chance de entrar no G-4, continua na quinta colocação (com 23 pontos) da tabela e ainda pode perder algumas posições com a disputa dos outros sete jogos que ainda serão realizados na rodada.

Na etapa inicial, o melhor ataque da competição parou na melhor defesa. A Portuguesa até conseguiu criar algumas oportunidades, mas ficou longe de pressionar o Criciúma. Teve maior posse de bola, porém tinha dificuldades para se aproximar com perigo ao gol de Andrey, enquanto o time visitante apostava nas jogadas de contra-ataque.

“Eles estão marcando e saindo com lançamento direto pro Schwenck, essa é a única jogada que eles mostraram até agora. Estamos conseguindo trabalhar a bola, mas precisamos tentar chegar mais pelo lado e com mais gente na área”, analisou Marco Antônio. Para tentar melhorar o time, Jorginho apostou em Ananias, que voltava de lesão.

A alteração não surtiu tanto efeito, tendo em vista que a equipe seguiu tendo dificuldades em criar chances de gol. Porém, brilhou a estrela do técnico Jorginho, já que logo aos 6min o meia-atacante Ananias aproveitou longo cruzamento de Luis Ricardo, contou com o vacilo da defesa do Criciúma e cabeceou no contrapé do goleiro Andrey, abrindo o placar no Canindé.

Aos 23min, Pirão chegou atrasado, recebeu o segundo amarelo e foi expulso de campo. Porém, como estava atrás no placar, a desvantagem numérica não interferiu na ofensividade do Criciúma, que continuou em busca do gol. Porém, em rápido contra-ataque, Edno serviu Boquita com belo cruzamento e o estreante da noite, também de cabeça, selou a vitória rubro-verde.


VAIAS AO GOLEIRO ANDREY
A torcida presente no estádio do Canindé não deixou o goleiro Andrey em paz nesta terça-feira. O jogador, que passou pela Portuguesa em 2010, foi vaiado durante boa parte do jogo, e respondeu aos aficionados rubro-verdes nos microfones. “Infelizmente eles querem meu insucesso. Mas Deus está me honrando, me abriu a porta de um clube com grande torcida, que ganha títulos. Nunca faltei com respeito. O torcedor faz o show deles e eu faço o meu”, provocou.

Um comentário:

Igor sausmikat disse...

Nunca desrespeitou ninguém?O Raphael Prates na rádio globo ontem lembrou o que ele falou na época em que o clube saia vaiado do Canindé dizendo que não joga pra time de 8 mil alguma coisa e muito mais!a memória dele pode estar sendo falha mas a de vcs torcedores não.
Abraço Michelle
Igor
meu blog de esportes: http://igoresportes.blogspot.com/ e @blogdoigor05